JABOQUE , LUGAR DE TRANSFORMAÇÃO.

 

TEXTO: GN 32.22-32

Saindo do Jacó para o Israel = 2017 será ano de travessia

A experiência de Jacó no Vau de Jaboque é um dos mais extraordinários relatos de quem se encontra com Deus e sofre de maneira permanente uma transformação radical.

A história é de fuga, mas se transforma em encontro. Um fato comum a todo ser humano é que ele é um ser em fuga.

Estamos sempre fugindo de alguma coisa, de fatos da vida, de realidades, de verdades, de nós mesmos e de Deus.

Geralmente o ser humano pensa em encontro com Deus, quando pensa que vai morrer, quando sente a presença da morte, por alguma razão, já que ela é a travessia inegociável para a prestação de contas com Deus. É diante dela que temos a coragem de rever nossos conceitos, avaliar nossas motivações e pesar a vida.

Existe, no entanto, um “lugar-momento” que é único na vida quando teremos que decidir fazer a travessia que Deus nos chama, sem a presença da morte, muito embora escolher atravessar ou não, também seja uma escolha de vida ou de morte.

 É o momento em que Deus nos dá a oportunidade para avaliar nossas vidas, a nós mesmos, nosso caráter e Deus.

Neste lugar-momento devemos ter a coragem de olhar para dentro de nós mesmos e descobrir quem somos de verdade. Este é um momento sem engano, sem mentiras e onde temos que trabalhar com nossa ganância, nosso egoísmo, nossa futilidade. É o momento em que o nosso secreto vem à luz.

Este é o Momento Jaboque: momento de nos acertarmos com Deus.

O momento Jaboque precisa ser enfrentado a sós. Mais do que um lugar,  Jaboque é um tempo, um tempo de luta pessoal  com Deus. Um tempo onde Deus trata conosco não apenas em relação ao nosso pecado, mas em relação ao nosso caráter.

Maanaim (em hebraico: מחנים, “dois campos”) =  Gn 32.1,2 Jacó também seguiu o seu caminho, e encontraram-no os anjos de Deus. E Jacó disse, quando os viu: Este é o exército de Deus. E chamou aquele lugar Maanaim.

ASSUNTO = I A SÓS COM DEUS

1 = O encontro do ser e não do ter = vs. 22,23, 24a E levantou-se aquela mesma noite, e tomou as suas duas mulheres, e as suas duas servas, e os seus onze filhos, e passou o vau de Jaboque. E tomou-os e fê-los passar o ribeiro; e fez passar tudo o que tinha. Jacó, porém, ficou só.

 

Em um encontro com Deus o alvo não é o que você tem, mas o que precisa ser .

2 = A necessidade de ter um momento a sós com Deus = v. 24 Jacó, porém, ficou só…  

Ele entendeu que o Vau de Jaboque era a oportunidade da sua vida.

Jaboque era um afluente do rio Jordão, à margem leste, na Jordânia. Desaguava  no Jordão entre o mar da Galileia e o mar Morto. Em hebraico, significa “lugar de travessia”.

                            II FERIDO E TRANSFORMADO

1 = A luta durou a noite inteira = v.24 … e lutou com ele um varão, até que a alva subiu.

Jacó não desistiu em nenhum momento da luta. Jacó não parou, lutou a noite toda e pela manhã estava com a mesma disposição. Nem os quatro períodos da noite, nem o cansaço, nem a intensidade da luta, nem o deslocamento da coxa, nem a insistência do Anjo pôde barrar ou impedir Jacó de receber sua benção.

Precisamos insistir, lutar ir até as últimas consequêcias.

2 – Ferido e transformado = v. 25 “E vendo este que não prevalecia contra ele, tocou a juntura de sua coxa, e se deslocou a juntura da coxa de Jacó, lutando com ele.”).

Em um encontro com Deus não há resistências que fiquem de pé.

Na anatomia, a articulação é um dispositivo orgânico que ligam dois ou mais ossos entre si. É justamente ali que se centraliza a força de um lutador quando este está em posição de luta, permitindo que o mesmo possa está bem apoiado em sua resistência.

 

“DEUS SABE COMO DESARTICULAR AS RESISTÊNCIAS DO  HOMEM.”

 

JACÓ recebeu o Toque Divino da Mudança e recebeu transformações importantes:

sica Quando o Senhor tocou no seu corpo (Coxa).

Você vai sair marcado, mancando de Jaboque mas transformado.

Moral  Qual é o teu nome ? v. 27 E disse-lhe: Qual é o teu nome? E ele disse: Jacó.

O anjo sabe o nome de Jacó, mas quer que ele declare, confesse. O nome é a pessoa, o comportamento, a personalidade.

Espiritual V. 28 “Então, disse: Já não te chamarás Jacó e sim Israel, pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens e prevaleceste” (Gn 32:38).

Neste momento Jacó está sendo liberto de si mesmo.

Jacó ou Jacob deriva do latim Jacobus, o nome hebreu significa literalmente ‘aquele que segura pelo calcanhar”. Sabe-se que Jacó teria nascido segurando o calcanhar de seu irmão gêmeo Esaú. O mesmo termo poderia também ter o sentido de suplantar. JACÓ suplantou a benção da primogenitura de seu irmão ESAÚ.

Suplantar significa: Por debaixo dos pés; derrubar, prostrar, pisar.

 

Israel = “Principe de Deus”, “Aquele que luta com Deus”; Justo.

 

A pegunta de Jacó = Qual é o seu nome ? As referências a “o Anjo do Senhor” (note o artigo definido “o”, e não o indefinido “um”; e note a inicial maiúscula em “Anjo”) ou a “O Anjo de Deus” (idem), no Velho Testamento, são convenções de grafia para indicar teofanias (aparições de Deus em forma humana) ou, mais técnica e precisamente falando, para indicar cristofanias (aparição do Verbo eterno, a segunda pessoa da Trindade, em forma humana, antes de Sua encarnação, antes de tomar carne no ventre de Maria). A prova disso é que, nesses contextos, tal “Anjo” é diretamente dito ser Deus, ou é dito ter os atributos (ou exercer as ações) prerrogativas, exclusivas, identificatórias de Deus.

 

CONCLUSÃO : “Peniel”. Peniel significa “a face de Deus”.

Não pode haver vitória alguma contra qualquer pecado que assedia, sem que haja o enfrentamento no ponto final em Jaboque! Hoje seu Jaboque é aqui, Deus marcou uma briga com você hoje aqui, e se Ele tiver que te marcar ele o fará, mais o propósito Dele cumprirá em tua vida. 

Comentarios

comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *